quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Noites de Coimbra



5 DE AGOSTO

Mais uma noite em que se recria o ambiente de um ensaio, que umas vezes acontecia nas "repúblicas", ou em casa de cada um, ou nas salas do OUP, ou no Orfeon Académico de Coimbra, etc.

Todos os presentes, fizeram um bom par de serenatas de rua, que no nosso contexto são uma referência imprescindível, para a noite que aqui traremos.

O canto e guitarradas de Coimbra e o ambiente em que se foi desenvolvendo, têm mudado ao longo dos tempos, como afinal tudo também muda.

O ambiente que recriamos nestas Noites de Coimbra, é o da época em que os que cantavam e tocavam, eram estudantes de Direito, ou de Medicina, ou de Letras, como ao tempo se dizia. "A sua vida" não era cantar ou tocar Coimbra. A vida que preparavam era a de digníssimo “cura", ou de insigne jurista, ou de engenheiro sei lá de que obras!

Portanto, não tocavam e cantavam por música! Tocavam e cantavam só com alma e algum jeito. Alguns tinham muito jeito mesmo!

É esta época que aqui trazemos graciosamente, para quem gosta de ouvir Coimbra, digamos que tipicamente anos 60.

efe erre e á!

http://oimperiodagirafa.blogspot.com/

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial