segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Jorge Cravo com o habitual comentário do Diário de Coimbra. Ao colocar o texto do jornal de hoje, reparei que este tinha sido apagado. Como tal, voltei a colocá-lo. É do dia 22-11-2010.

Etiquetas:

1 Comentários:

Blogger Ângelo Correia disse...

Não deixa de ser curioso o senhor Jorge Cravo referir aqui que um dos tipos de trabalho a fazer em prol da Canção/Fado de Coimbra, seja a recolha "histórico-musical, recuperando temas nunca gravados que existem em partitura e acabam por reflectir as raízes popular da Canção de Coimbra - será o preservar identificando".

Sendo que a sua opinião acerca da partitura do Fado/Guitarra de Coimbra seja aquela que todos nós sabemos. Acaba por ligar aqui a partitura à evolução directa do Fado/Guitarra de Coimbra.

Não obstante de concordar plenamente, pois a falta de estudo prévio do género musical que interpretam no mundo do Fado de Coimbra (falo do que conheço da minha geração e vindouras), é quase um dado adquirido, e sem sombra de dúvidas um factor do retrair da evolução do mesmo.

Um abraço

7 de dezembro de 2010 às 09:08  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial