terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Gostei de ler a peça que dedicaste aos "violas" de Coimbra, essa espécie tão esquecida, tão secundarizada, mas fundamental com os seus bordões para dar o tempero necessário à canção e à guitarrada de Coimbra.
Como agradecimento, aqui vai uma preciosidade: Um autógrafo do Mestre, conseguido a custo num concerto no Avenida em 1953 em que o meu pai me levou com 7 anos apenas e, num cartão de visita, com uma "Bic" verde, me ofereceu esta prenda que, quem sabe, influenciou o meu gosto pela guitarra clássica.
Rui Pato
Nota: Parece-me que o texto é: Recuerdo de A Segovia Coimbra 1953.

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial